Skip to content

Novas maneiras de ensinar e aprender

06/12/2011

Alguns dias atrás, minha esposa me relatou uma declaração que ouviu em um programa de televisão de um aluno oriundo dos Estados Unidos, porém cursando a USP. Perguntado sobre a principal diferença que ele achava entre as universidades do Brasil e dos Estados Unidos respondeu de imediato: aqui, os professores falam muito e os alunos pouco, lá, ocorre o inverso.

Fiquei pensando sobre isso e concluí que ele tem certa razão. Refletindo sobre a minha prática me vejo sempre falando muito. Qual a razão disso? Por incrível que pareça, esse processo é menos trabalhoso para professores e alunos. O professor acaba não tendo que ser mais criativo e pensar sobre novas estratégias de aprendizado do aluno, e este não precisa se preparar com antecedência para as aulas, lendo os materiais, vendo vídeos, acessando blogs na internet  e refletindo sobre sua prática em ambientes de trabalho.

Tive pouquíssimos professores  com  talento para organizar suas aulas de forma coerente e capazes de criar um ambiente na sala de aula rico em reflexões. Uma pena!

Espero com a minha prática docente poder contribuir mais com meus alunos.

Anúncios

From → Educação

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: