Skip to content

Bibliotecas no interior

30/03/2012

Visitei mais de 80 municípios paraenses entre 1996 e 2008. Que eu me lembre, apenas em uns dez pude entrar em uma biblioteca municipal. É muito pouco.

Em São Paulo, fui em várias. Uma me chamou muita atenção, pois os usuários não eram apenas estudantes, mas jovens e adultos interessados em revistas, jogos, jornais, ou mesmo, apenas passar um tempo em um lugar silencioso e confortável. Seu nome é Biblioteca São Paulo e fica localizada no terreno perto onde foi demolido o Presídio de Carandiru, aquele em que várias pessoas foram assassinadas quando de uma Rebelião no Governo Fleury. O ambiente da Biblioteca São Paulo é muito agradável, conforme se pode ver nas fotos abaixo.

Escrevo este texto motivado pela leitura de uma reportagem do Jornal O Estado de São Paulo de hoje, na qual é afirmado que 75% dos brasileiros nunca foram a uma biblioteca. Certamente, o número dos que nunca foram a um cinema, a um teatro, a um espetáculo de música deve ser muito elevado.

Como escrevo sempre sobre educação e sobre  escola, e sobre a necessidade de motivar os jovens a permanecerem na escola, creio que este é um caminho. Inserir nas atividades cotidianas da escola a vivência  em lugares nos quais se respira cultura.

Quanto aos prefeitos, volto a afirmar: coloquem eu seus projetos a reforma de um casarão antigo do município e transforme-o em um centro cultural, no qual biblioteca, teatro e cinema possam ser apreciados gratuitamente por todos.

Anúncios

From → Geral

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: